Conheça mais sobre o stress através da história de Jorge!!!

Para explicar o mecanismo de stress vou contar para vocês uma história com um personagem fictício, num cargo fictício, mas que ilustra muito bem a realidade da grande maioria das pessoas hoje em dia:

Jorge é jovem, bem sucedido profissionalmente e acaba de ser promovido. Junto com a promoção veio um projeto que ele deve liderar e, portanto esta a mil – vamos fazer uma pausa e explicar o que esta acontecendo fisiologicamente com nosso amigo Jorge. Neste exato momento ele está entrando na fase 1 do processo de stress, também denominado de alerta, sua adrenalina está a toda, além de uma grande porção de endorfina e cortisol porque a ansiedade gerada neste período ,vai gerar pique e criatividade para que nosso jovem siga com o projeto a todo vapor. Seu coração está acelerado, suas pupilas dilatadas, seus sentidos aguçados, seus músculos enrijecidos e ele nem se dá conta que está trabalhando demais, ele não percebe o cansaço.

A promoção trouxe mais responsabilidade e muito mais trabalho para Jorge e com o passar do tempo ele está lotado de tarefas que para o organismo de Jorge é visto como “perigo” constante e portanto para dar conta do serviço, nosso amigo acabou entrando na segunda fase do stress que é denominada adaptativa. Nesta fase o que ocorre é uma hiperatividade da glândula supra-renal que vai liberar cortisol em excesso e começar a causar danos ao organismo do nosso amigo e se ele não tomar cuidado a coisa vai ficar feia, mas como assim?

O corpo do Jorge está a todo tempo se preparando para a batalha do dia a dia e para isso ele tem que captar energia através de glicose para jogar dentro da célula, então ele vai atrás da glicose sanguínea e do depósito de glicose presente no fígado e no músculo e para jogar toda esta glicose dentro da célula ele tem que fazer seu pâncreas trabalhar mais produzindo insulina. Dentro da célula este excesso de glicose não foi utilizado porque diferente dos nossos ancestrais não precisamos lutar ou fugir, sendo assim todo esse excedente de energia vai ser estocado na forma de gordura (Jorge ainda não está percebendo, mas está ganhando um pneuzinho na barriga e suas pernas estão começando a perder massa muscular).

Além disso, ocorrerá aumento da sua pressão sanguínea, dos seus batimentos cardíacos além da queda da imunidade. Não podemos esquecer que para o organismo de Jorge é como se ele estivesse em risco permanente e, portanto ele precisa estar preparado para se defender o tempo todo.

Jorge é o tipo de pessoa que não desliga nunca e seu nível de ansiedade é sempre numa escala de zero a dez, mil. Então nestas proporções seu organismo vai chegar à fase final de stress que é a fase de exaustão e porque isso ocorreu? E como está Jorge neste momento?

Cinco anos se passaram desde que Jorge conseguiu a primeira promoção, hoje aos quarenta anos Jorge é um diretor Executivo da sua empresa, mas as perspectivas não são boas: Aquele jovem bem sucedido e elegante hoje está obeso, diabético, hipertenso e está prestes a fazer três pontes de safena, ele não tem ânimo de levantar da cama, sente dores pelo corpo inteiro, sofre de insônia, explode facilmente, não tem mais relação sexual com sua mulher, alias, está separado e sem amigos, pois não tem tempo para diversão ou para seus familiares virou um workaholic. Sua memória está um fracasso, não consegue mais se concentrar enfim não é nem sombra daquele jovem vigoroso de antes que sonhava conquistar o mundo, ele não é admirado pelo seus colaboradores e o dono da empresa já pensa em demiti-lo pois ele não produz mais bons resultados.

Fisiologicamente Jorge exauriu seu organismo, ele não possui mais energia para queimar, sua supra-renal entrou em exaustão, seus neurotransmissores decaíram, seus hormônios sexuais também e se ele não fizer nada para se recuperar ele vai entrar na terceira idade com vários problemas de saúde podendo até ter um infarto, um AVC ou um câncer.

Agora vamos ao outro lado da história, um outro Jorge como seria?

Jorge apesar de muito atarefado tem um estilo de vida regrado, ele consegue ter uma boa alimentação, faz atividade física regular, tem vários amigos. Jorge é o tipo de pessoa que consegue separar muito bem as coisas e não leva problemas de casa para o trabalho e nem do trabalho para casa. Seu Hobby é gastronomia e não é raro, de final de semana, reunir seus amigos para uma experiência culinária, é lógico regido por ele e regado á uma boa música e boas gargalhadas. Faz cinco anos que ele recebeu sua primeira promoção, hoje aos quarenta anos, diretor executivo da sua empresa, esbanja energia, vitalidade e mesmo com pulso firme é admirado por todos. Ele nem imagina o que está para acontecer: o dono da empresa está prestes a torná-lo o mais novo sócio. Sua velhice promete ser tranquila, sem grandes problemas de saúde ou social.

Então, qual a sua realidade? Se for a primeira não fique desiludido e faça alguma coisa para melhorar, um bom profissional vai te ajudar a por os ponteiros em dia. Se for a segunda parabéns!!! Você está no caminho certo para um envelhecimento saudável, pois gerenciamento do stress é um dos passos fundamentais para se envelhecer bem.

Dra Liliane Lemesin
CRM: 80189